Era Vitoriana

Primeiro site brasileiro dedicado ao período Vitoriano, datado de 1837 a 1901.

Lavinia Warren: a noiva americana mais famosa do século 19

Foto em grupo do casamento. Foram vendidas centenas de cópias.

Foto em grupo do casamento. Foram vendidas centenas de cópias.

É um pouco inacreditável pensar que Barack Obama realizou uma recepção de casamento na Casa Branca para Brad Pitt e Angelina Jolie, mas algo parecido aconteceu há quase 150 anos quando Abraham Lincoln realizou uma recepção na Casa Branca para o conhecido “General Tom Thumb”, cujo nome verdadeiro era Charles Stratton.

“Tom Thumb” era um anão que fazia turnês com P.T. Barnum desde os cinco anos de idade, fazendo fama e contava entre seus fãs ninguém menos que a Rainha Vitória (ele foi atacado pelo seu poodle uma vez). Quando Barnum, seu agente, se deparou com a igualmente pequena Lavinia Warren e a contratou para ser parte de sua trupe, Thumb, então com 24 anos, foi flechado.

Foto da cerimônia: George Washington Morrison Nutt, Charles Sherwood Stratton, Lavinia Warren Stratton e Minnie Warren.

Foto da cerimônia: George Washington Morrison Nutt, Charles Sherwood Stratton, Lavinia Warren Stratton e Minnie Warren.

Quando a Pequena Rainha da Beleza concordou em se casar com o General, o mundo ficou completamente fascinado pelo seu chamado “casamento de fada” que aconteceu em 10 de Fevereiro de 1863, o evento social da temporada. Lavinia e seu marido tinham uma forma de nanismo proporcional que era considerado desejável por shows de horrores e teatros por conta de suas características físicas perfeitamente miniaturizados, com as mesmas proporções de pessoas comuns. Ela tinha 81 centímetros e 22 anos; e ele, 102 centímetros e 25 anos.

O casamento de ambos ganharam as manchetes nacionais, e o New York Times definiu a noiva como,

Uma senhora inteligente, agradável, modesta e agradável. Ela é muito animada na conversa, e fala com toda a confiança de uma mulher realizada e talentosa. Ela gosta de poesia, música e as artes plásticas em geral; de fato, ela é tão encantadora mentalmente como é fisicamente. Seus olhos são brilhantes, seu sorriso é doce, seu cabelo é escuro e sua figura é a perfeição.

Apenas duas mil pessoas tiveram a sorte de receberem convites, mas Barnum realizou uma recepção de casamento no Metropolitan Hotel para cinco mil pessoas, com cada convite sendo vendido a 75 dólares.

O vestido de noiva diminuto de Lavinia foi desenhado pela Madame Demorest (a Vera Wang do século 19), e ficou em exposição semanas antes do acontecido. Barnum até tentou um casamento duplo com a irmã de Lavinia, Minnie, com um anão conhecido como Comodoro Nutt, e chegou até mesmo a publicar uma foto encenando o pedido em casamento, mas Minnie não estava interessada. Um dos motivos pelos quais o público se interessou tanto pelo casamento é porque ele se provou uma distração da Guerra Civil.

Depois disso, eles embarcaram em uma turnê de lua de mel de três anos, incluindo uma parada em uma das residências mais famosas do mundo, a Casa Branca. Os hóspedes eram os mais famosos da época, mas havia uma pessoa notável que não queria participar: o filho de Linclon, Robert, que ficou constrangido com a trivialidade do evento. Diz-se que quando Mary Todd Lincoln pediu-lhe para reconsiderar a sua presença na recepção, Robert teria respondido: “Não, mãe, não me proponho a ajudar a entreter Tom Thumb. Minhas noções de dever, talvez, sejam um pouco diferente das suas”. Mas seu irmão mais novo, Tad, estava encantado. Em suas memórias, Lavinia disse que ouviu o jovem dizendo à sua mãe que, se ela fosse uma pequena mulher, seria idêntica a ela. Quando o presidente recebeu o casal, Lincoln beijou Lavinia na bochecha, um ato que ela disse mais tarde que fora muito rude. Mais tarde, o presidente brincou sobre a grande diferença de altura entre ele e ela, dizendo: “Ás vezes, Deus gosta de fazer coisas engraçadas, e aqui você tem a curta e o longo dele”.

General Tom Thumb, esposa e criança.

Um ano após o casamento, Barnum lançou a imprensa fotos de Stratton e Lavinia com um bebê. Ela tambpem aparecia com uma criança em aparições públicas. O público foi mais uma vez à loucura, sem nunca perceber que nenhum dos dois havia dito, em nenhum momento, que o bebê era mesmo deles. Era uma criança emprestada de um orfanato. Quando a criança começou a ficar muito grande, Lavinia sugeriu enviar uma pessoa em cada cidade que eles iriam antecipadamente, e selecionar uma criança de um orfanato local, devolvendo-o depois. Assim, além de se certiicar que a criança sempre fosse pequena, eles não teriam que se preocupar com os gastos com a criança. Acredita-se que Lavinia tinha medo que seu tamanho pudesse causar complicações no parto, e há dúvidas se eles tiveram ou não um filho.

Juntos, Thum e Lavinia tornaram-se mais famosos, talvez os mais famosos personagens públicos da década de 1860. Eles acumularam e gastaram uma fortuna ao longo de sua vida juntos, que teria feito deles milionários pelos padrões de hoje.  Na década de 1880, Lavinia e seu marido se hospedaram no hotal Newhall House, e passaram por “um dos piores incêndios em hotéis da história americana”. Eles foram resgatados por um amigo e empresário chamado Sylvester Bleeker, mas seis meses depois, em 15 de Julho de 1883, Thum morreu subitamente aos 45 anos de um AVC.

Primo Magri (à esquerda) com Lavinia Warren e Baron Magri (à direita) em 1885

Primo Magri (à esquerda) com Lavinia Warren e Baron Magri (à direita) em 1885

Dois anos depois, Lavinia se casou com um anão italiano chamado Count Primo Magri. Ele era cinco centímetros mais baixo que o primeiro marido de lavínia. Com outros anões, eles formaram um show em Massachussets e viajaram o mundo.

Embora a noção de shows de horrores não são bem vistas hoje, as performances fornecidas por Lavinia, com um emprego remunerado e fama, eram raros para uma mulher vitoriana. É claro que ela era muito inteligente a ponto de entender que seu tamanho lhe abria portas no mundo que ela não seria capaz de abrir de outras formas.

Em 1915, aos 73 anos, ela apareceu em um filme mudo, e morreu em 1919, com provavelmente 77 anos, ao lado de seu primeiro marido. Em seu testamento, ela pediu para ser enterrada ao lado de seu primeiro marido.  Um ano depois, Magri morreu, aos 71 anos.

Bibliografia:
Lavinia Warren: Half of the 19th Century’s Tiniest, Richest Power Couple“, por Kimberly Wadsworth.
Lavinia Warren: American’s Most Famous 19th Century Bride“, por Cristen Conger.
That One Time Abraham Lincoln Threw a Wedding Reception for Tom Thumb“, por Stacey Conradt.
Lavinia Warren“.
Anúncios

3 comentários em “Lavinia Warren: a noiva americana mais famosa do século 19

  1. Mery Couto
    27 de setembro de 2015

    Muito show!

    Curtir

  2. Cláudia Souza
    27 de setembro de 2015

    Fascinante!!

    Curtir

  3. Aloisio Gularte
    27 de setembro de 2015

    Interessantíssima essa história…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 107 outros seguidores

Translate this

Siga-nos no Youtube

%d blogueiros gostam disto: