Era Vitoriana

Primeiro site brasileiro dedicado ao período Vitoriano, datado de 1837 a 1901.

Fotos de amamentação já eram moda no século 19

Mulher amamentando, 1860.

Mulher amamentando, 1860.

Quase sempre que uma mulher posta uma foto amamentando, diversas reações podem ser esperadas, quase sempre negativas, refletindo um possível mal-estar de uma parte sexualizada do corpo sendo usado para alimentar uma criança. Recentemente ainda, aqui no Brasil, uma crítica feita no Facebook contra uma mulher andando de bicicleta enquanto amamentava uma criança foi alvo de polêmica. Mas essa polêmica não existia no século 19, quando tirar fotos amamentando também era moda.

Em meados de 1800, as imagens de mães lactantes se tornou moda nos Estados Unidos. O uso de amas de leite se tornou impopular na América e na Europa no início do século, e amamentar seu próprio filho se tornou uma regra do valor como mãe. Construções culturais de feminilidade se tornaram altamente centradas sobre a maternidade e a ligação especial entre mães e filhos na era vitoriana. E como o daguerreótipo se tornou disponível, mulheres começaram a posar amamentando seus filhos, em um dos mais essenciais papéis maternos.

Isso pode parecer muito curioso, uma vez que a maioria das fotos que vemos do século XIX são formais. Mas esse conjunto de fotos abaixo mostra uma tendência mais informal que poderíamos esperar:

Mulher amamentando, 1897.

Mulher amamentando, 1897.

Mulher amamentando, 1891.

Mulher amamentando, 1891.

Mulher amamentando, século 19.

Mulher amamentando, século 19.

Mulher amamentando, século 19.

Mulher amamentando, século 19.

Mulher amamentando, século 19.

Mulher amamentando, século 19.

Mulher amamentando, século 19.

Mulher amamentando, século 19.

Mulher amamentando, século 19.

Mãe amamentando seu bebê, por Louis Fleckenstein, 1900.

Mãe amamentando seu bebê, por Louis Fleckenstein, 1900.

Mulher amamentando, século 19.

Mulher amamentando, século 19.

Tendo em conta que algumas dessas imagens são daguerreótipos – e não fotografias – as mulheres obviamente não parecem muito confortáveis – isso porque eles teriam que ficar parados por até mais de cinco minutos. Outro detalhe particularmente interessante é que se pode observar que algumas crianças retratadas parecem ter, pelo menos, 12 meses de idade, ao passo que nos dias de hoje as mulheres param de amamentar por volta dos 6 meses.

Infelizmente, com exceção dessas, as fotos de mulheres amamentando no século XIX começa a ficar escassa: isso porque começou a surgir no mercado fórmulas e receitas para amamentação. Embora os médicos continuavam insistindo na importância do leite materno, as percepções culturais mudaram e, com eles, a construção social da feminilidade. Ao invés de ser um símbolo do maternalismo, a amamentação passou a ser vista como incompatível com a feminilidade – ou, mais especificamente, a mulher branca de elite. A amamentação passou a não ser vista como compátivel com as idéias de mulheres delicadas e refinadas, e no início de 1900, 9 em cada 10 mães pobres amamentavam, enquando apenas 17% das mães ricas o faziam. Já na década de 1950, nos Estados Unidos, apenas 20% das mães – pobres ou ricas – amamentavam. E hoje ainda continua o debate cultural sobre o aleitamento materno, a maternidade e a feminilidade.

Bibliografia:
SHARP, Gewn. Shifting Discourses of Motherhood: The Victorian Breastfeeding Photo Fad,
ABRAHAM, Tamara. Bizarre pictures reveal the unlikely trend for photographs of breastfeeding mothers in Victorian-era America.
Anúncios

10 comentários em “Fotos de amamentação já eram moda no século 19

  1. Eliane Cardoso
    13 de janeiro de 2016

    Agora vira polêmica. Falta de assunto e do que fazer desse povo!!!

    Curtir

  2. Edmo Di Paula Nascimento
    13 de janeiro de 2016

    Eu amamento mesmo na hora que minha filha quiser e ponto, afinal de contas todos inclusive nois que já tivemos o direito de sermos amamentados oque e VITAL saldável para todos ser humano, colocar o peito pra fora no carnaval e luxo amamentar e falta de vergonha????

    Curtir

  3. Taiwane Dos Santtos
    14 de janeiro de 2016

    Manda avisar os babacas que dizem que amamentamos livremente pq ta na modinha agora, pq queremos nos mostrar 👊😎
    Viva a amamentação sim. Livre ❤

    Curtir

  4. Andrea Liberato
    14 de janeiro de 2016

    So esta sociedade elitisada de falsa moral aaafff pra fazer uma lei onde as mulheres nao podem amamentar em publico, alguem ja ouviu falar em fraldas que servem para cobrir o bebe neste momento, nao neh

    Curtir

  5. Anne Lucy Vieira
    14 de janeiro de 2016

    Caramba!
    De 1900 para cá, o índice de mulheres que amamentam tem despencado!

    Curtir

  6. Fátima Evangelista
    14 de janeiro de 2016

    Interessante que a posição corporal dela indica a necessidade de ocupar o espaço em derredor.

    Curtir

  7. Roselene Felipe
    14 de janeiro de 2016

    ESSA ROUPA É RUIM PARA AMENTAR…NADA CONFORTÁVEL…HOJE É UM ABSURDO A QUESTÃO DE AMENTAR…ATÉ MÉDICOS INDICAM PARAR AOS 6 MESES, O QUE NO MEU PONTO DE VISTA É ABSURDO…QUANTO MAIS AMENTADO MAIS O BEBÊ TÊM CHANCES DE SEREM SAUDÁVEIS…PAREI DE TRABALHAR PARA AMENTAR E AS MULHERES QUE NÃO PODEM PARAR ???…DEVE VOLTAR A MODA E COM URGÊNCIA…

    Curtir

  8. Marcia Lucena
    15 de janeiro de 2016

    Um dos maiores vilões da amamentação e inclusive do meio ambiente, é uma empresa chamada Nestlé, que visando somente o lucro e não uma boa qualidade de vida e saúde do seu maior alvo, as crianças, investe numa campanha massiva em favor do desmame e de uma alimentação pobre.
    O outro é a nossa sociedade.
    Vivemos em um país onde infelizmente a média de aleitamento exclusivo é de míseros 54 dias e mesmo assim, as pessoas insistem na preocupação ridícula com um seio que está alimentando, pois é “imoral” e “sexualmente apelativo” um bebê mamando em público. Preocupa-se se a mãe usa ou não a droga de um pano tampando o rosto da criança, para fugir de “olhares” maldosos.
    Prestam um desfavor gigantesco às mulheres mais inexperientes, que acabam mal influenciadas e aceitando que uma mamadeira cheia de açúcares e fora do padrão humano, é mais adequado e a substitui.
    Entendo que deve haver o recato, mas nem sempre é possível e acessível um local onde criadora e criatura possam estar à sós ou dispondo de uma fralda.

    Curtir

  9. Esmeh John
    15 de janeiro de 2016

    Adorei essas fotos viva um pouco mais de liberdade ao meu ver momento de mais carinho e contato com o filho

    Curtir

  10. fashion4usarahsblog
    7 de junho de 2017

    Muito bacana esse site. Está favoritado já! Admiro a era vitoriana por alguns fatores. Em relação a amamentação acho falta de bom-senso colocar o seio para fora em locais públicos, caso se faça necessário pois a criança não pode esperar ou algum outro motivo, seria muito sensato por parte das mães de usarem um lenço ou algo parecido. Pois além de ser uma cena muito desconfortável para os presentes também é uma forma de intimidação para que as pessoas ao redor se afastem. Em uma praça isso é possível, mas no ônibus a caminho do trabalho por e.g.? Não sou machista, só acho que bom-senso cabe em qualquer lugar. Nada mais bonito que uma mulher que sabe o valor que seu corpo possui, e portanto, guarda-o para o seu amado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 13 de janeiro de 2016 por em A vida no período e marcado , , , , , , , , .

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 107 outros seguidores

Translate this

Siga-nos no Youtube

%d blogueiros gostam disto: